OFICINAS

O intuito desses encontros é o de trazermos um pouco do que temos pesquisado ao longo da trajetória do Núcleo de Samba Cupinzeiro.

Nossa pesquisa é focada em materiais fonográficos, vídeos, livros, entrevistas e depoimentos de velhos sambistas, compositores e pessoas ligadas ao universo do samba. Por isso, não temos a intenção e nem a pretensão de ensinar samba, o nosso desejo é o de conversar com as pessoas interessadas tendo como base essa diversidade de materiais e mostrar que há um vasto caminho a ser percorrido e aprofundado.

Como diz Noel Rosa "Ninguém aprende samba no colégio". Para nós esse é um aprendizado de vida, e este é movido pelo interesse pessoal, pela curiosidade, pelo desejo e pela afinidade com essa manifestação. É um envolvimento que se dá pela construção identitária. Quem passa a ter essa identificação dificilmente consegue se afastar, e a partir daí só resta o mergulho nas profundezas do samba - música, canto, dança, expressão, sociabilidade, ritual... cultura.

Essa é nossa riqueza!


Abraços!
Edu de Maria




Exemplos de Levadas e Registros das Oficinas


Nesta seção do blog seguem alguns materiais que temos produzido a partir das atividades do projeto de extensão. Os vídeos procuram destacar alguns elementos musicais visando facilitar o aprendizado e posterior execução em conjunto. Alguns deles apresentam registros da prática musical desenvolvida durante as oficinas.

Obs: os conteúdos desses materiais devem servir como referências para o estudo. Eles foram postados para que os participantes das oficinas possam acessar e relembrar algumas células rítmicas e levadas que estão sendo aplicadas ao repertório trabalhado. Esses exemplos em hipótese alguma se constituem como regras para a execução dos elementos apresentados.




Velha Guarda da Portela
(Levada de Cavaco) 


video

Os discos da Velha Guarda da Portela e do Paulinho da Viola trazem ótimas referências desse tipo de levada - Acessem alguns deles em - Escute Samba



Samba Amaxixado
(Levadas de pandeiro, cavaco, sanfona e violões)




Tamborins
(levadas combinadas)




As células rítmicas abaixo são comuns de serem usadas combinadas quando temos um grupo de dois três ou quatro tamborins.  


No vídeo acima temos as três primeiras sendo executadas. 

A primeira célula é uma derivação da palma de mão presente no samba e também em outras manifestações de origem africana, mais especificamente da cultura Banto. Em alguns locais essa levada é conhecida com o nome de "baiano". Essa é uma levada muito comum no que podemos chamar de "samba amaxiado".

A segunda consiste em uma variação da primeira. 

A terceira é uma levada contínua que gera um preenchimento e um balanço característico do samba. Ela é muito comum de ser usada em tamborins de escola de samba. Porém, no contexto das agremiações carnavalescas ela é usada unida ao movimento do tamborim com golpes de baqueta tanto no sentido descendente quanto ascendente. 

A terceira é conhecida como telecoteco. Esta levada caracteriza o samba que se constituiu a partir dos anos trinta com os compositores ligados as primeiras escolas de samba. Ela está presente em grande parte das gravações realizadas a partir dos anos trinta até os dias de hoje.




Registro de Oficina 06/08
(Fita Amarela e O Mundo é Assim)


Um comentário:

... o samba não é uma coisa só !