O PROJETO

Este blog tem o objetivo de dar continuidade às discussões propostas pelas oficinas e rodas de samba realizadas dentro do projeto de extensão "Roda de Samba: Cultura, Sociabilidade e Educação Não Formal" realizado pelo Núcleo de Samba Cupinzeiro em parceria com a Universidade Federal de São Carlos e com apoio do PROEXT/Cultura.


O Núcleo de Samba Cupinzeiro foi criado em 2001 com o objetivo de promover pesquisa e
criação ligadas ao universo do samba. Desde então se dedica a realização de Rodas de Samba
como espaço de encontro e trocas de saberes, criação de novas interpretações e arranjos
buscando sempre diálogos vivos com a tradição.

Fruto desta prática cultural e da pesquisa que desenvolve há dez anos, o repertório inclui
desde sambas de nomes precursores do samba, compositores contemporâneos e também
músicas próprias. Intérpretes e compositores consagrados como Pixinguinha, Geraldo Filme,
Bide e Marçal, Cartola, Adoniran Barbosa, Batatinha, João Nogueira, Paulinho da Viola, Paulo
César Pinheiro, Monarco, Wilson Moreira, Baden Powel, Eduardo Gudin, Paulo Vanzolini
e muitos outros tem suas obras apresentadas durante as rodas. Esse repertório tem sido
também revisitado em espetáculos musicais produzidos pelo Núcleo em arranjos cuidadosos,
que mantém os códigos específicos da tradição do samba em uma formação que permite
muitos recursos: violão de 6, violão de 7, cavaquinho, pandeiro, percussão, flauta e sanfona.

O Núcleo possui três Cds gravados e já foi contemplado com prêmios e editais de incentivo
a produção cultural. O Núcleo hoje integra a Associação de Samba Cupinzeiro, que além de
promover as rodas de samba mensais abertas à comunidade, também desenvolve outras
atividades tais como: espetáculos musicais, oficinas, bloco de carnaval de rua, grupo de
estudos sobre memória do samba e projetos integrados com outras áreas como trilhas para
teatro e cinema.
Nos seus dez anos de trajetória, apresentou-se em diversos espaços importantes no Brasil (São
Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina, Bahia) e também no exterior (EUA).

Em São Carlos entraremos com a seguinte programação... Aguardamos você ...

6 comentários:

  1. Acredito que um projeto como esse pode desencadear novas propostas de manifestações culturais na nossa cidade, especialmente na cultura musical brasileira. Espero de a proposta continue ao final do projeto de extensão.

    Diego !

    ResponderExcluir
  2. ...espero que a proposta continue... (correção)

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. "Hoje é manhã de carnaval (ao esplendor)
    As escolas vão desfilar (garbosamente)
    Aquela gente de cor, com a imponência de um rei,
    Vai pisar na passarela (salve a Portela)

    Vamos esquecer os desenganos (que passamos)
    Viver alegria que sonhamos (durante o ano)
    Damos o nosso coração, alegria e amor a todos sem distinção de cor...
    Mas depois da ilusão, coitado,
    Negro volta ao humilde barracão...

    Negro acorda é hora de acordar!
    Não negue a raça!
    Torne toda manhã dia de graça!

    Negro não se humilhe nem humilhe a ninguém,
    Todas as raças já foram escravas também,
    E deixa de ser rei só na folia,
    E faça da sua Maria uma rainha todos os dias.

    E cante o samba na universidade
    E verás que seu filho será Príncipe de verdade
    Aí então jamais tu voltarás ao barracão..."

    ResponderExcluir
  5. Ps:
    - Antônio Candeia Filho,
    Mais conhecido como "Candeia"...
    (Rio de Janeiro, 17 de agosto de 1935 — Rio de Janeiro, 16 de novembro de 1978)

    Saravá!

    ResponderExcluir
  6. e a proposta continuou ! que bom !

    ResponderExcluir

... o samba não é uma coisa só !